Não permita que te coloquem em uma prisão!

A cela pode até ser bonita, ampla, confortável e luxuosa, mas continuará sendo uma grande prisão. O pior cárcere é o emocional.

E é nele que se encontram a grande maioria dos líderes atuais.


Em um local onde não se permite sentir e viver normalmente e de forma saudável.


Onde, devido a outros se inspirarem e espelharem nele, não há espaço para falhas ou fragilidades.


Onde os “amigos” e colegas exigem uma postura inabalável e exageradamente compreensiva.


Sim! Isso mesmo.

Afinal nunca se falou tanto em liderança humana e empática. O problema é a interpretação dada a isso. Onde se espera dos líderes uma “inteligência emocional” totalmente distorcida e irreal.


Então, tenho percebido que o líder acaba por permitir colocar-se em uma verdadeira prisão em expectativas alheias e metas externas. Onde hora ele deve ser o herói inabalável, sem emoções e noutra hora deve ser um “Buda” complacente ou um monge que não demonstra um franzir de testa sequer, diante de toda crise ou conflito.


Aloooow!! Isso não existe!!


Precisamos buscar o equilíbrio!


Quando falamos em liderança humana, falamos de todas as nuances e desafios que todo ser humano passa e sente. Vamos sair dos extremos e ente