O que o Hit da Vacina, "Bum Bum Tam Tam", te ensina sobre gestão e negócios?

Você não pode ignorar a importância desse Hit no momento atual.


Você pode não gostar de funk ou achar a música ou a sua viralização idiota, é tua opinião e tudo bem. Mas não pode ignorar.


O vídeo da música original atingiu mais de 1 bilhão de visualizações, e a nova versão (alterada para incentivar a vacinação) superou 3 milhões de acessos em menos de 48h.


E daí? O que isso tem a ver com a minha vida e o meu negócio Daiane?


Simples: Estratégia e adequação da comunicação!


Traga essa lição para o seu negócio!


Vou explicar melhor:

O Butantan não escolheu de imediato fazer essa campanha, estavam trabalhando dentro de um padrão já visto anteriormente. De falar cientificamente e buscar incentivar as pessoas a se vacinar.


Acontece que alguém associou a música de 2017 aos acontecimentos atuais e houve a viralização nas redes sociais.


Foi quando tornou-se uma estratégia e houve o aproveitamento do estado emocional e meio de comunicação do público.


Já que a população geral do país estava/está fazendo essa associação o Instituto Butantan junto com o MC Fioti regravaram a música com uma nova letra para conscientizar da importância de vacinar.


Tecnicamente o que eles fizeram foi aceitar a força da internet e que o hit já havia se tornado uma realidade e a partir daí pensaram em fazer o seu melhor dentro da realidade já imposta.


O Butantan adequou a sua linguagem ao público, e abriu as suas portas!

A equipe dançou e cantou o novo hit, demonstrando igualdade e conexão com todos. O instituto despiu-se da linguagem rebuscada da ciência para falar em termos que alcance o maior número de pessoas possível (esse era o objetivo e eles alcançaram por não buscar a demonstração de superioridade e sim humanidade e conexão).


Você consegue abrir mão de sua “superioridade” quando é necessário?


Como falei no início, você pode detestar funk, pensar que o hit é bobo, desacreditar a vacina... seja lá o que se passa na sua cabeça. O que você não pode é ignorar o fato e força dessa história, desse exemplo.


Olhe com olhos de estrategista, olhos de empresário, olhos de líder!!


Aprenda!


Vamos para a prática?

Pense, descreva e anote em uma agenda ou caderno, respondendo as seguintes perguntas:


- Quem são as pessoas que formam o meu público, ou equipe?

- Qual é o nível de instrução, cultura e educação delas?

- Do que essas pessoas gostam?

- Como essas pessoas falam? Que palavras costumam usar com frequência?

- Que tipo de livros, filmes, músicas e hobbies faz parte do seu dia a dia?


E por fim, após refletir e escrever as respostas destas perguntas, é chegada a hora da pergunta mais relevante:


COMO POSSO DESPERTAR O INTERESSE NESTA PESSOA, DE FAZER O QUE IREI SUGERIR?


Quando tiver clareza destas questões, ficará muito mais simples a comunicação e você estará preparado para instruir e inspirar outras pessoas.


E agora envia esse artigo para aquele amigo que precisa adequar a comunicação ao seu público e sair do “tecniquês”.

Posts recentes

Ver tudo

Siga-nos nas redes sociais!

  • Cinza ícone do YouTube
  • Grey Instagram Ícone
  • Grey Facebook Ícone

Daiane Santos Mentoring CNPJ: 30.294.285/0001-81| © Copyright 2020 - Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por MMD

Políticas e Termos